PISO NACIONAL DOS PROFESSORES x SALÁRIO DO PREFEITO MUNICIPAL DE CAPITÃO ENÉAS – MG

          Enquanto alguns Estados criam artimanhas para não pagar o piso nacional de salário de professor fixado em 2011 em R$ 1.187,97 (http://g1.globo.com/vestibular-e-educacao/noticia/2011/04/supremo-mantem-piso-nacional-de-salario-professores.html), a Prefeitura de Capitão Enéas serve pãozinho com cara de amanhecido em solenidade dos aluninhos do CEMEI, e o Prefeito eleito e reeleito deste nosso Município não sente dificuldades para administrar e viver um mês inteiro com o seu salário.

          Confira a notícia do Portal UAI divulgada a mais de dois anos sobre a remuneração de Prefeitos de Município pobres. Transcrição integral, veja:

http://wwo.uai.com.br/UAI/html/sessao_3/2009/05/11/em_noticia_interna,id_sessao=3&id_noticia=109883/em_noticia_interna.shtml

“Cidades pobres pagam salários altos para prefeitos

Luiz Ribeiro – Estado de Minas

Danilo Evangelista/Esp. EM – 15/4/09
 Em abril, Capitão Enéas foi um dos municípios que reclamaram mais dinheiro do FPM. O prefeito Reinaldo Teixeira, que ganha R$ 12 mil, mandou colocar uma faixa em frente ao prédio da administração cobrando mais verba do governo

Os altos salários de prefeitos não são exclusividade das regiões mais ricas de Minas. Municípios do Norte do estado também remuneram os chefes de Executivo com quantias que chamam a atenção dos moradores – boa parte vivendo na pobreza. Capitão Enéas é um exemplo dessa situação. A cidade tem apenas 14,1 mil habitantes e depende dos repasses federais do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), mas o prefeito Reinaldo Landulfo Teixeira (PTB), que cumpre o segundo mandato consecutivo, recebe R$ 12 mil por mês. O que, no entanto, causa mais estranheza em Capitão Enéas é o salário do vice, Lindorifo Bento da Silva (PPS), que ganha oficialmente R$ 600 mensais, ou seja, 5% do valor pago ao prefeito.A discrepância entre os dois vencimentos foi provocada por um projeto de lei aprovado pelos vereadores da cidade no segundo semestre do ano passado. Cumprindo uma determinação legal, eles fixaram os salários do prefeito, do vice e da própria Câmara Municipal para a legislatura atual, iniciada em janeiro. Na gestão passada, o salário do prefeito de Capitão Enéas era de R$ 6,5 mil, enquanto o vice recebia a metade do valor. Em setembro de 2008, foi apresentado pela Mesa Diretora da Câmara Municipal o projeto, fixando os subsídios do Executivo no futuro mandato (2009/2012) do prefeito em R$ 10 mil e do vice-prefeito em R$ 5 mil. Porém, o então vereador Orlando Amaral Filho (PSB) apresentou uma emenda para que o salário do prefeito subisse para R$ 12 mil e o do vice fosse limitado a R$ 600, justificando que esse último “não exerce função definida na prefeitura”.”Vice-prefeito geralmente não faz nada. É só uma expectativa de cargo. Não tem uma função definida a não ser que assuma uma secretaria”, justifica Orlando Amaral Filho, que não concorreu à reeleição no ano passado. Curiosamente, ele já foi vice-prefeito do município (de 2001 a 2004, na gestão do ex-prefeito Zilmio Rocha, do PDT) e alega que foi com base em sua experiência que apresentou a proposta. “Logo no primeiro mês de mandato, tive um desentendimento com o prefeito e não fui mais à prefeitura. Passei praticamente quatro anos recebendo sem fazer nada”, conta Amaral Filho, que relembra que seu salário era de R$ 2 mil por mês. “Eu achava injusto receber sem trabalhar. Mas, como era um direito meu, não poderia dar o dinheiro para outros”, diz.O prefeito Reinaldo Landulfo Teixeira alega que não pode comentar a questão porque “foi uma decisão tomada pela Câmara Municipal”. Teixeira disse que não considera R$ 12 mil um salário alto, tendo em vista que tem muitas despesas. “Dedico a minha vida exclusivamente à administração municipal, sem tempo para qualquer outra coisa. Acho que, para isso, é preciso uma remuneração adequada”, afirma. O vice Lindorifo da Silva não foi encontrado pela reportagem para falar sobre o seu salário. Atualmente, ele não vive apenas com os R$ 600 do cargo de vice-prefeito. Como foi nomeado secretário de governo do município, seus vencimentos subiram para R$ 3,2 mil mensais. “
Anúncios
Esse post foi publicado em POLÍTICA e marcado . Guardar link permanente.

5 respostas para PISO NACIONAL DOS PROFESSORES x SALÁRIO DO PREFEITO MUNICIPAL DE CAPITÃO ENÉAS – MG

  1. Professor disse:

    “R$ 480,00”, esse é o valor que um professor municipal recebe para lecionar 20 aulas semanais no município de Capitão Enéas. Vou repetir, R$ 480,00 , menos que um salário mínimo. VERGONHA. !!!! Estava vendo agora a pouco nos sites de notícias de Minas e deparei-me com a informação de que os professores estaduais decidiram continuar com greve que hoje completou 85 dias . Aí fico me perguntando: na rede estadual do nosso município parece que nada está acontecendo a respeito… Caçarema, Santana, Capitão Enéas, todas as escolas estaduais desses lugares funcionando normalmente. Será que por essa postura não somos realmente merecedores desse descaso? Todas as escolas das cidades vizinhas estão PARADAS: Janaúba, Montes Claros e até Francisco Sá. Digo até, porque é uma cidade onde as pessoas nunca fizeram greve. A proposta do “Excelentíssimo Senhor Governador” para os professores foi de pagar um piso proporcional de , pasmem, R$ 712,00. Isso sem levar em conta nenhum título acadêmico,ou seja, quem tiver licenciatura, pós, mestrado,doutorado ganhará igualmente a um professor com apenas o Ensino Médio. (Aí já é sacanagem desse DESgoverno)Sem falar que nessa proposta não foram incluídos serviçais,auxliares de secretária… O objetivo do Governo é remunerar melhor os cargos de Chefia, pois são eles que garantem a manutenção do sistema dominante ( Assim: Diretor 3 600, Vice 3.000,secretário 1700). essa é a lógica do governo PSDB ! Qual diretor irá contra um governo “bonzinho” desse. A HORA DE CONSEGUIR ALGO É AGORA! NESSA GREVE! Se bem que tem muita gente que anda sem fazer nada, sentado no “pau de Valinho” ou na “porta da Prefeitura” que ganha muito mais que um professor, isso é fato. O nosso município precisa acordar , ano que vem tem eleição, é hora de mudar, mas na “HORA H” parece que passam um ramo na memória das pessoas e elas simplesmente votam,votam… Caçarema é um exemplo disso, o povo passa sede,come poeira,vê muita gente farreando com dinheiro público, mas na hora de eleição votam em quem o “Rei” e a “Rainha” mandam. Ah, inclusive PROFESSORES,FAZER OQUE?!!! Se bem que para os padrões de vida de Caçarema um professor receber subsídio de R$ 1320 está de bom tamanho. Fazer greve pra que!?!!!!! Os outros que façam ( Esse é o pensamente de muitos colegas, que infelizmente não tem formação crítica e nem política). Enquanto isso…. Rei vai ganhando seus R$ 12.000 ( só isso?!kkkkkkkkkkkk) Tô acreditando viu………….

  2. Prof disse:

    Fiz um comentário ontem neste post. Vc o achou ofensivo?? Não foi publicado cara amiga…. Se o foi, não foi minha intenção… Achoq ue vc deveria publicá-lo,pois talvez despertasse as pessoas desse marasmo que se encontram em nossa comunidade. Obrigado.

  3. Caro (a) Professor (a),
    Obrigada por contribuir com o nosso Blog AQUI ONDE EU MORO, expondo a realidade dos trabalhadores na educação.
    Desconfio que as questões que o Sr (a) coloca é consequência do modelo de política praticada, que para possibilitar vida longa aos políticos de carreira, tem como meta inibir e desestimular as pessoas lutar por seus próprios direitos.
    É preciso organização sindical capaz de discutir e de encaminhar as reinvidicações dos servidores da Educação, tanto local, quanto estadual, conquistando salários, condições dignas de trabalho e significativa melhoria da qualidade do ensino.
    Enfim, sucessos nos seus propósitos, obrigada por sua participação, com a qual desejamos contar mais vezes. Terezinha Souto

  4. Caro(a) Professor(o),
    Ao contrário. Seu comentário é denso e muito importante. A demora na publicação deveu-se apenas a excesso de trabalho. Seu comentário já foi publicado. Obrigada pela contribuição. Terezinha Souto

  5. Prof. disse:

    Obrigado. O meu sonho é ver Caçarema cada vez mais desenvolvida.

Aqui Onde Eu Moro

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s