Novos restaurantes urbanos!

Quem acorda cedinho se alimenta do melhor néctar da Cidade. O Néctar dos Ipês.

Uma disputa cada vez mais perceptível no espaço urbano: os alimentos estão raros, assim como Chuva para fazer mais florir.

Lindos restaurantes ao ar livre oferecendo alimentos a dezenas de insetos e aves.

Muitas pétalas são dispersadas no asfalto. Não formarão o húmus da Terra.

É numa manhã de Sol tímido, de vento fresco se inicia a floração do Ipê Branco…

… que emoldura a concreta paisagem da maior Cidade do Oeste de Minas.

Até mesmo os pequenos Ipê se despem de suas folhas e se deixam florir.

Flores que as mãos de Monet gostariam ter pintado, possivelmente desejando ter a sabedoria da Natureza, que se faz tão bela assim.

As flores interrogam o concreto e se fazem anônimas para aqueles que passam ligeiro.

Assim como as Amoreiras Japonesas, os pequenos Ipês seguem embelezando a vida.

Bem cedinho,  lá estão as pétalas ao sabor do vento, quase uma brisa: leve e fresco embalando a Vida.

Um epífita também se instala ali, no tronco do Ipezinho.

Sim, quero viver muitos anos mais. Mas não a qualquer preço.

Quero viver enquanto estiver acesa em mim a capacidade

de me comover diante da beleza” Rubem Alves. 

Texto e fotos: Terezinha Souto em Aqui Onde Eu Moro.

 

Anúncios
Esse post foi publicado em NATUREZA e marcado , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Aqui Onde Eu Moro

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s