QUAL É O CUSTO DA ÁGUA EM CAÇAREMA? PARTE I

          O desbotamento das  placas anunciando o “Sistema de Abastecimento de Água no Distrito de Caçarema” testemunha o tempo de  duração das obras de instalação desses Serviços Essenciais e o descaso do Poder Público Municipal com as  crianças, jovens e idosos dessa Comunidade. ÁGUA É ESSENCIAL À VIDA! 

         O término da obra parece segredo guardado a chave, assim como é o seu custo.

        Isso ocorre possivelmente porque os Agentes Políticos Municipais (vereadores, prefeito e vice) não têm problema de acesso à água para uso nas atividades diárias, tais como comer, beber, apertar o botão do vaso sanitário. Seguramente não falta água nos seus reservatórios.

          Enquanto isso,  muitos metros cúbicos de água vazaram dos canos mal conservados da precária rede de distribuição de água para a Comunidade Caçaremense.              

         O desperdício não é só  da água, mas também da energia utilizada para sua extração, o que demonstra falta de planejamento do gasto dos recursos públicos, enquanto a Comunidade é privada desse bem essencial em quantidade e qualidade adequadas.

         O planejamento inadequado salta aos olhos. Basta lembrar que os canos que deveriam levar a água  para os Moradores ficaram dois anos expostos ao sol e a chuva no pátio do Posto de Saúde e podem ter perdido resistência e  durabilidade como mostrado na postagem A GUA EM CAÇAREMA. TER OU NÃO TER. A QUE CUSTO? EIS A QUESTÃO!  deste Blog.

          Não bastassem os desperdícios, prejuízos, planejamento inadequado e o cerceamento da Comunidade no seu direito de acesso adequado à água, dizem aqui e acolá que a Prefeitura instalou poço tubular  para abastecimento da Comunidade em propriedade particular.

          Não bastasse tudo isso, a  seis meses a Comunidade testemunha a abertura de valas nas ruas sem ser informada sobre o prazo de conclusão das obras e sobre o início do abastecimento de água adequado.

          É um começa e pára sem fim. Desta vez retiraram parte do calçamento da rua do Pé de Jaca deixando o material exposto de qualquer jeito, oferecendo risco de acidentes para pessoas,  principalmente para as crianças e idosos além de  dificultar o acesso das Pessoas às suas moradias.         

         Toda pessoa tem direito de exigir prestação de contas do Poder Público. FISCALIZE: O DESRESPEITO AOS PRINCÍPIOS CONSTITUCIONAIS É DA CONTA DE TODOS!

        UM MUNICÍPIO SÓ MELHORA QUANTO SEU POVO DEIXA DE TOLERAR O DESRESPEITO AOS PRINCIPIOS CONSTITUCIONAIS DA LEGALIDADE, IMPESSOALIDADE, MORALIDADE, PUBLICIDADE, EFICIÊNCIA e ECONOMICIDADE.

Anúncios
Esse post foi publicado em ÁGUA e marcado . Guardar link permanente.